segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Mensageiro dos ventos


vem pulsar uma viola sob
noite enluarada,
ouvir grilos, vagar lume?

há dias em que até as pedras
cantam poemas: a natureza
explode em exuberância!

e o poeta (in)venta
: faz da pena um moinho

Lou Vilela

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um beijo de algodão-doce na ponta do nariz!